• Herbig Soluções Financeiras

Banco sem taxas, isso existe?

Atualizado: Jan 23

Parece coisa de outro mundo, mas não! Bancos sem taxas existem e já tem algum tempo. Eles estão dentro da categoria de “bancos digitais” e vêm revolucionando o mercado bancário.


E se você ainda se pergunta: “Se eles são confiáveis” ou “Como eles ganham dinheiro?” Viemos aqui sanar essas e outras dúvidas, colocar algumas cartas na mesa e conversar abertamente sobre esse tema que, agora mais do que nunca, se mostrou muito importante para a economia.


Sempre bom lembrar que os 5 maiores bancos do Brasil detém mais de 80% dos ativos totais, ou seja, a concentração do dinheiro é alta, e portanto a ampliação da concorrência se faz necessária para garantir, inclusive, melhores serviços à preços justos aos brasileiros.


Começando com algumas características:


1) Pelos bancos digitais você resolve tudo digitalmente

Você faz tudo ou pela internet, ou pelo aplicativo ou por e-mail. Desde movimentar a conta, contratar um serviço, a resolver problemas.


Eu, particularmente, já faço parte do grupo de pessoas que preferem resolver tudo pela internet, mesmo com a conta em agência, devido a praticidade, enfim, por isso não tive nenhum processo de adaptação com isso, mas esse ainda é um impeditivo para muitas pessoas. Por mais que a maioria da população já tenha acesso à internet, a confiabilidade para trabalhar com o dinheiro pelos meios digitais ainda precisa ser conquistada.


Para mim, esse processo foi o contrário. As minhas necessidades sempre foram sanadas de forma muito mais rápida e ágil pelo digital. Por exemplo: esses dias eu precisei resolver uma questão com o meu banco digital, conversei pelo chat do aplicativo, e o problema foi resolvido tão rápido e tão simples como uma conversa do Whats, que a conversa terminou com: "se precisar de alguma coisa estamos por aqui s2”, acredito que nunca tinha me sentido tão bem em resolver um problema do banco.


2) Os bancos digitais não possuem tanta burocracia

Até mesmo a abertura da conta é feita online. Você tira foto dos seus documentos, preenche as informações, é feito a análise, e pronto você tem uma conta! Sim, é simples assim!


Existem alguns itens que podem te ajudar a ser admitido em contas digitais de forma mais rápida também, como ter um bom score no Serasa, ou bem quitados em seu nome. Essa avaliação não é explícita pelos bancos digitais, mas se você for uma pessoa com um CPF limpo, já é um ótimo passo.


3) Nem todos são zero taxas

Mas por possuírem custos mais baixos de operação por não ter as agências físicas, por exemplo, muitos estão garantindo diversos serviços gratuitos, que valem muito a pena no final do mês.


Confira a tabela no item 4) com os principais bancos digitais para você comparar o que vale mais a pena para você.


4) São negócios altamente tecnológicos

A inteligência artificial auxilia tanto na segurança de dados, como na automatização dos processos.


Com isso, os bancos tradicionais se atentaram a essa forte inovação e até mesmo alguns foram atrás de criar o seu banco digital, como é o caso do Next do Bradesco, além de claro deixar mais digitalizado os seus próprios serviços, como vemos na evolução dos próprios aplicativos dos Bancos.


Além desses, temos o Banco Inter que nasceu como banco Intermedium que durou 23 anos, se reformulou e lançou o banco digital com conta corrente completa. O Banco Original, que possui um patrimônio grande, o que dá uma segurança maior ao usuário. Temos também o Neon, Sofisa Direto, e o (meu queridinho) Nubank.


Nós, como somos as loucas das tabelas, colocamos os bancos um ao lado do outro com seus serviços, explicando melhor qual é gratuito e qual ainda é taxado para que vocês tomem suas devidas conclusões.





Além dos bancos digitais, outros negócios estão surgindo em diversos mercados de atuação, que vêm sanando diversos problemas dos brasileiros.


Muitos brasileiros não possuíam acesso aos bancos devido a burocracia, ou precisavam fazer longos deslocamentos, enfrentar filas, ir presencialmente verificar a autenticidade da identidade, entre outras tantas coisas.


A partir dessa demanda latente, surgiram os bancos digitais e outros métodos de pagamento. Como, por exemplo, o Picpay, que traz um novo método de pagamento e que promete “conectar seu dinheiro de uma maneira simples e divertida, com a melhor experiência de pagamentos possível.”


O Picpay, assim como outras soluções digitais, é uma plataforma e aplicativo que permite você pagar a receber dinheiro através do seu cartão de crédito e conta da Picpay. É simples, rápido, fácil e ainda te dá a possibilidade de receber cashback.


E os investimentos?

Além desses novos meios de pagamentos, temos também novas formas de investir seu dinheiro, a empresa Warren possui um aplicativo onde você vai respondendo as perguntas e é guiado pelo robô que ao final delas te recomenda uma carteira com base no seu perfil e nos seus objetivos.


Se é seguro: nós temos diversos órgãos regulamentadores, além de toda a regulamentação do Banco Central, que está sempre alinhado com as práticas globais, e diria que até mais chato que lá fora.


Como ganham dinheiro: o próprio Nubank colocou no site deles: “Ótima pergunta. Ganhamos dinheiro de duas maneiras:


  • Quando o cliente realiza uma compra com o seu cartão, recebemos do estabelecimento, através da bandeira Mastercard, um pequeno percentual desse valor;

  • Quando o cliente escolhe por financiar parte ou o total do valor da sua fatura, recebemos juros, mesmo que abaixo do mercado, sobre o valor que foi financiado.”


Alguns cobram as taxas que foram demonstradas acima, e também quando possuem o serviço de Empréstimo e de Investimentos eles ganham com as taxas também cobradas.


Claro, como são empresas, eles também tem a forma de rentabilização deles, porém essas empresas vêm com outras propostas e valores.


Aqui do nosso lado, além de ter mostrado minha leve queda para o Nubank, também utilizamos o Inter que é bem completo, até por estar há mais tempo no Mercado, e possuir conta jurídica. Mas claro, a intenção com esse texto é você descobrir qual tem mais sua cara!


Com tudo isso exposto queremos saber de vocês, qual ainda é seu receio com bancos digitais? Conta pra gente!


Se você já utiliza algum, conte também a sua experiência, nada melhor do que trocar informações!