• Herbig Soluções Financeiras

Quer começar seu Primeiro Negócio? Aprenda como Empreender de forma estratégica!

Existe um romantismo muito grande em torno do empreendedorismo e do início do primeiro negócio. Ainda assim, poucas pessoas falam, de fato, sobre as dificuldades e desafios que é a vida da mulher empreendedora.


Então se você está em busca de algumas respostas, está em dúvida sobre com o que quer seguir a sua vida profissional, ou se de fato a vida de empreendimento funciona para a sua realidade, esse texto é para você!


Hoje, nós vamos falar sobre um assunto muito sério, nem sempre tão romantizado como nos é contado que é a vida empreendedora. Falaremos sobre os prós e contras, desafios cotidianos e vamos entender se isso é ou não é para você!


Vamos lá?



Como entender se empreender é para mim?

Independente da sua área de atuação, sonhos e desejos, é importante se fazer essa pergunta antes de qualquer tomada de decisão: “empreender é ou não é para mim?”


Bom, aqui na Herbig a gente costuma dizer que “Somos donas do nosso dinheiro, portanto, donas dos nossos sonhos e desejos”; Sejam esses sonhos quais forem. Nós acreditamos que o dinheiro é a ponte entre você e os seus sonhos. Dito isso… não podemos romantizar a área nem a classe empreendedora.


Hoje, o nosso PIB possui uma grande contribuição de profissionais liberais, entre esses profissionais, nós temos pessoas que foram forçadas a embarcar na área empreendedora, e aquelas que puderam realmente calcular e se planejar para entrar de cabeça em busca dos seus sonhos.


Portanto, sem romantizar a área, isso quer dizer que: se você possui algum tipo de capital para começar o seu negócio de uma forma mais tranquila, e com uma segurança financeira, talvez sim, empreender seja para você. E se esse não for o seu caso, e essa seja uma solução que você encontrou para suprir a falta do dinheiro, talvez sim, empreender seja para você também.


Aqui nós tratamos de dois cenários diferentes, mas uma coisa que eles têm em comum é a VONTADE de fazer acontecer. Seja por necessidade ou desejo, se você tiver uma boa ideia e ela for factível, é possível que o seu lado empreendedor dê certo.


Existe um perfil pré-disposto ao empreendedorismo?

Existem alguns sites e empresas que citam perfis de pessoas que têm uma predisposição para o empreendedorismo. Esses citam qualidades como: saber negociar, ser bom com pessoas, entender de tecnologia, ser motivado, ter visão gerencial, e por aí vai. Mas nós não acreditamos que isso exista de fato.


É claro, se você for uma pessoa pró-ativa, inconformada, com muita vontade de fazer acontecer, realmente, você pode se dar melhor em seu empreendimento. Mas caso não possua essas qualidades, você pode facilmente desenvolvê-las.


No caso da Herbig, o movimento foi mais calmo e planejado, sim. Mas com um propósito bem claro o de realmente fazer a diferença na vida das mulheres. Acho que esse é o item principal para um empreendimento dar certo, possuir um propósito e um ‘por que’ como guia da empresa. Isso faz toda a diferença.


Por isso é tão importante você definir o que será o seu empreendimento.


Como saber no que empreender?

Considerando um cenário em que você tem a opção de escolher no que vai se dedicar 24h do seu dia 7 dias por semana ~brincadeiras a parte ~ é imprescindível que o seu negócio reflita o que você quer causar no mundo. E você pode fazer isso de inúmeras formas.


Lançando um brechó que tem uma pegada sustentável; Com uma marca de bolos que tornam o dia das pessoas mais felizes; Através de uma empresa contábil que facilita os processos burocráticos para nós, meros mortais, e assim por diante.


São inúmeras as coisas e possibilidades que você pode criar para lançar o seu negócio, elas podem ter a ver com alguma parte da sua vida, sua formação ou alguma vontade que você sente que precisa ser compartilhada. Para qualquer uma delas, a gente te dá a dica: 'Faça com amor e com propósito que meio caminho já está trilhado’.


E como saber se meu negócio é viável?

Deixando de lado um pouco essa parte mais lúdica da idealização de um negócio, é importante você validar a demanda do negócio no mercado.


Se for o caso de ser algo MUITO inovador, que as pessoas nem sabem que precisam, por exemplo, talvez o seu caminho seja um pouco mais complexo. Neste caso a gente indica que você teste primeiramente e depois, com a experiência de algumas pessoas já validada, confira se é um produto ou serviço que realmente elas pagarão e precisarão em algum momento.


Se o seu caso não for algo tão inovador assim, a pesquisa é um braço importantíssimo na construção de um negócio. Existem inúmeras pesquisas já feitas, que você pode procurar através de artigos científicos ~no próprio Google Acadêmico mesmo ~ ou realizar por conta própria com um Google Docs, ou Typeform da vida, enviando para contatos seus.


É óbvio que nesse formato existe uma falta de imparcialidade por parte de quem responde, mas é melhor do que começar do zero.


De qualquer forma, faça!


Assim que validado ou não a demanda do seu negócio, comece testando, estilo startup mesmo (MVP) e veja se é algo que você conseguiria aumentar ou exponenciar ao longo do tempo. A fim de se tornar realmente lucrativo.


Ainda não está muito segura?


Então vamos do começo, para quem ainda é CLT e quer entender melhor as diferenças entre um sistema de trabalho mais tradicional e ~ CLT ~ e um sistema de trabalho PJ ou MEI.


CLT ou PJ?

Se você não é herdeira ou ainda não possui um valor para manter a sua empresa por mais ou menos seis meses a um ano, você provavelmente já trabalhou em algum desses modelos de trabalho.


E para nós, não existe um modelo melhor ou pior, isso vai depender dos seus objetivos de vida e de carreira.


A CLT - Consolidação das Leis de Trabalho

~ a nossa carteira assinada ~ é um sistema muito usado ao redor do país, que garante alguns direitos básicos para qualquer trabalhador. Ela foi implementada a partir da reforma trabalhista do nosso país e é realmente uma queridinha nossa, porque garante que a gente vai conseguir trabalhar de forma minimamente digna em qualquer função e empresa.


Dentre esses direitos existem os benefícios VR,VA, VT. As horas determinadas de trabalho variam de acordo com a função. Um limite de horas que podem ser trabalhadas a cada semana, a garantia de férias a cada 12 meses de trabalho, o INSS e outros inúmeros benefícios que só a CLT consegue garantir.


PJ - Pessoa Jurídica

~ conhecido como profissional liberal ~ é uma modalidade de trabalho mais livre (não tem horário de trabalho, não possui vínculo empregatício, não precisa estar presencialmente no local). Nessa modalidade há a garantia de alguns direitos para o contratado, mas também, exige uma maior responsabilidade financeira para ele, por conta dessa falta de vínculo empregatício que não garante o pagamento caso o serviço não seja mais necessário.


Ou seja, ao contrário da CLT, que possui inúmeros descontos de imposto, o PJ se livra dessas cobranças, dando mais liberdade para o contratado pedir mais dinheiro em seus serviços, já que a empresa não terá que pagar para o governo, mas também possui a desvantagem de não garantir a renda mensal para o contratado.


E com a liberdade vem a responsabilidade, porque como você não tem vínculo empregatício com a empresa, é importante ter uma reserva financeira para caso eles deixem de precisar dos seus serviços.


E é aqui que o planejamento financeiro entra! Principalmente para quem vai começar a empreender.


Devo chutar o balde e começar a empreender hoje?



Existem pessoas que funcionam melhor sem nenhum planejamento, mas se você perguntar para nós o que achamos, essa nunca será a nossa recomendação.


Falando novamente em um cenário ideal, em que é possível se planejar financeiramente, psicologicamente e estrategicamente para dar início a um negócio, chutar o balde não parece algo seguro e inteligente.


Mas sim, eventualmente será necessário pedir demissão da empresa em que se está, a fim de fazer o seu negócio decolar. O que a gente pode garantir é que com uma reserva financeira a longo prazo, o caminho se torna muito mais tranquilo e facilitado. E você terá menos surpresas ruins ao longo do caminho.


Chute o balde mas faça de forma pensada!

Quando estamos lidando com aspectos tão importantes de nossas vidas como a mudança de carreira, mudança de área ou o início de um negócio, é normal chegarmos em um momento em que não dá mais, é agora ou nunca. E por isso, nós da Herbig estamos aqui.


O planejamento financeiro te auxilia a fazer com que essa transição seja a mais tranquila e prazerosa possível.


E acredite mulher, é possível! O que a gente sempre fala e continuará falando “o dinheiro é a ponte entre você e seus sonhos” e é para a realização desses teus sonhos que a gente trabalha.

Uma das ferramentas que temos aqui na Herbig é a nossa Mentoria de Transição de Carreira, que é feita para mulheres como você que precisam de uma luz no planejamento de mudança de carreira ou de um start para tirar a ideia do papel. E ninguém melhor do que a Mari, como prova de que um bom planejamento financeiro pode sim fazer seu negócio decolar!


A mentoria, assim como outras soluções vão te ajudar e muito nesse momento tão delicado.


Quer saber mais? Conheça nosso serviço de mentoria de transição de carreira! Você vai se surpreender com as nossas opções.


Então se você tem interesse de se planejar ou de ter realmente um guia de como proceder na realização dos seus sonhos, as nossas soluções podem servir perfeitamente para ti.


E se você ficou com alguma dúvida manda pra gente! Vamos responder rapidinho.


Beijos mulherada linda!