• Herbig

Tenho que Empreender e aí?

Os motivos são muitos:

- Ficou desempregada, precisa ter uma renda para pagar as contas, - Teve um filho e não consegue se recolocar no mercado (ou não quer também voltar para o modelo CLT de trabalho)

- Viu uma oportunidade de mercado e não quer deixar passar

- Quer fazer uma transição de carreira e ter uma experiência de trabalho diferente

- Quer seguir um sonho

- Não tem outra saída

Mas como fazer isso da melhor maneira para que você não arrume outro problema? Começar, testar e ir se jogando é muito importante, mas primeiro você precisa ter um Norte para fazer isso da melhor maneira, que te custe menos tempo e menos dinheiro!

Por isso vamos te ajudar unindo as informações financeiras para você começar a empreender minimizando os riscos!


Primeiro é legal mensurar quanto você precisa de dinheiro para abrir sua empresa, para entender isso é legal você saber qual será o seu Negócio, qual será a sua solução (produto/serviço). Então você pode seguir os passos:

1º Você precisa ter o seu Negócio definido para saber qual Mercado você vai atingir

2º Você precisa estudar seu mercado para entender qual será sua demanda (Seja realista)

3º Para atender essa demanda qual estrutura você precisa? Faça orçamentos

4º Você colocará dinheiro do seu bolso ou precisará pegar um empréstimo?


Lembrando que você é um gasto para a empresa se você vai trabalhar nela, então você pode exercer dois papéis dentro da empresa: o de funcionária e o de acionista, e eles são diferentes. Se você trabalhar dentro da empresa você precisa entender qual salário/remuneração você receberá por isso. Mesmo que comece com um valor menor e depois você vai aumentando. As retiradas de caixa funcionam para o papel de acionista, que então deveriam pagar o seu investimento num determinado período de tempo.

Para você entender a sua remuneração liste as tarefas dentro da empresa, e faça uma cotação de quanto elas custariam se fosse outra pessoa no seu lugar fazendo. Aí você já pode perceber inclusive quais atividades seriam mais otimizadas se fossem terceirizadas.


É muito importante você separar a sua empresa de você, pois só assim você conseguirá desenhar um crescimento sustentável e também entenderá quem está falhando ou indo bem. O que pode acontecer quando você não faz isso: você não tem controle de quem está gastando mais, porque o cartão está junto, a conta está junta, então você pode prejudicar a sua empresa com gastos pessoais. Você pode não conseguir crescer porque você fica limitado ao seu ganho ali, porém você não faz apenas sua atividade fim, você faz toda a administração do seu Negócio, e acaba ficando atolada de coisas, sem tempo para fazer o que realmente vai fazer seu projeto crescer. E sempre bom lembrar, aqui estou falando de um crescimento sustentável, bom para todos (natureza, sociedade, empresa e você!)


Você pode começar separando sua conta pessoal da profissional fazendo uma conta digital e gratuita para você e sua empresa, deixar todas as entradas e saídas profissionais na sua conta digital empresarial, e tirar o seu salário para se controlar na sua pessoal. Até assim você conseguirá fazer um orçamento pessoal mais coerente pensando em planejamento.


Por fim, como falamos no outro texto, ter controles separados é de extrema importância, então fica aqui nosso presente para download gratuito: Controle Financeiro (Fluxo de Caixa e Planejamento de Caixa) para sua Empresa e Planilha Financeira para Controle Pessoal. Ambas são gratuitas para download, e são versões básicas mas que já podem te ajudar muiito.


Ficou com alguma dúvida? Só nos chamar!


Grande beijo,


Mari


Você também pode se interessar por:

Custos, Despesas, Fixos, Variáveis

Margem x Mark up

Finanças pode ser muito mais importante para sua empresa do que você imagina

0 visualização
© 2018 por Herbig®