• Herbig

Precificação no atacado

Atualizado: Jun 12

Quando pensamos no nosso negócio precisamos entender se iremos posicionar nossos produtos para venda no atacado, no varejo ou em ambos. O comércio varejista é o mais comum no nosso dia a dia, pois é aquele em que se vende direto para o consumidor final, mas geralmente em menor quantidade. Quando falamos de venda no atacado, estamos destinando nosso produto para outra empresa, que irá revende-lo, colocando uma margem de lucro em cima do seu produto. Geralmente o preço de venda praticado no atacado é mais baixo, mas a venda é feita em maiores quantidades.


Hoje vamos tentar focar mais em dicas em como precificar o seu produto no atacado, já que no varejo fizemos um post esses dias. Segue baixo o link pra vocês conferirem:


https://www.herbig.com.br/blog/aprenda-a-precificar-de-uma-vez-por-todas


Para se definir o preço do seu produto no atacado, a lógica não é tão diferente, mas é preciso levar em consideração alguns detalhes. Segue abaixo alguns passos para te ajudar nesse processo:


1- Levante todos os custos variáveis para se fazer o seu produto:

Ex. Fabricação de um vestido.

Tecido: R$ 10,00

Mão de obra: R$ 20,00

Embalagem: R$ 5,00

Total: 10+20+5 = R$ 35,00


2- Levante todos os custos fixos e faça um planejamento do quando se pretende vender aquele mês, para que seja possível utilizar o método de rateio e definir seu custo unitário.

Ex. Fabricação de um vestido.

Aluguel Ateliê: R$ 500,00

Total de vestidos que planejo vender no mês: 100

500/100 = R$ 5,00 por vestido


3- Defina sua margem de lucro: sim acreditamos que aí está a maior dificuldade, aqui nesse texto tem explicando bem certinho a diferença entre Margem de lucro e Mark up, e também como fazer esse cálculo.


Ex. Fabricação de um vestido.

Custo variável Unit + Custo Fixo Unit = Custo Total

Custo Total: R$ 35,00 + R$ 5,00 = R$ 40,00 por vestido

Margem de lucro de 30%

R$ 40,00 * 1+(0,30) = R$52,00

Então seu preço no atacado deveria ser R$ 52,00


4- Entenda o valor que o seu cliente do atacado irá colocar em cima para revender: Além de confirmar se seu preço está de acordo com a concorrência e com o posicionamento de mercado, quando se vende pro atacado você precisa levar em consideração o mark up ou margem que o seu cliente irá colocar em cima para revender na sua loja. Só assim você vai entender se seu preço está dentro ou fora do mercado.

Sabendo que no mercado de revenda de roupa, as lojas colocar um mark up de 2,5 em cima do preço pago na peça no atacado, o seu cliente comprando o vestido por R$ 52 x 2,5 = irá revende-lo por R$ 130,00. Esse valor está dentro do valor de mercado para o vestido que você está entregando? O cliente final pagaria esse valor? Pagaria mais ou menos?

Nesse exemplo, vamos imaginar que o vestido foi feito com um modelo muito diferenciado, e que o valor agregado para o cliente final possa até ser maior que R$ 130, e que o posicionamento da sua marca é pra lojas de nível superior a esse preço final. Isso significa que você pode até repassar um pouco mais no preço, mesmo seu custo sendo R$ 40,00 e a margem de lucro pretendida ser de 30%.

Por exemplo, colocando o preço do atacado em R$65,00 (quase 60% de margem de lucro) o lojista que compra seu produto pode colocar um mark up de 2,5 e o preço final ficaria em R$ 162,50, que conforme suas pesquisas de mercado seria uma preço aceitável para o consumidor final.


5- O fator quantidade é que faz diferença dentro das vendas no atacado: claro que se você produz o seu produto, se você vender direto pro consumidor final você poderá colocar mais preço, mas o consumidor final compra em uma quantidade pequena de produtos, enquanto um lojista, tende a comprar maior quantidade, pois seu objetivo é a revenda. Ou seja, dentro do atacado, sua margem de lucro unitária vai ser mais espremida, mas a quantidade deve compensar no rateio dos custos e despesas fixas, além de ter dar maior poder de barganha frente a seus fornecedores, devido a uma maior compra de matéria prima, podendo inclusive reduzir seus custos variáveis.


Precificação é algo que sempre deve se tomar muito cuidado, mas quando falamos do negócio de atacado ele é ainda mais sensível, pois é necessário pensar não só no seu preço de venda, mas também no preço de venda final. No fim é necessário sempre muito planejamento e controle, para que sempre esteja acompanhando seus custos e também a flutuação do preço no mercado.




0 visualização
© 2018 por Herbig®