• Herbig

Ponto de Equilíbrio: Como calcular?

Atualizado: Jun 12

Semana passada falamos sobre Margem de Contribuição, um assunto que tem tudo a ver com o tema dessa semana: Ponto de Equilíbrio! Esse é um tema que brilha os olhos de todo mundo que tem um negócio. Quanto eu preciso vender pra ficar no zero a zero e pelo menos conseguir pagar todas as minhas contas? Ponto de equilíbrio é o quanto você precisa vender para pagar todos os custos da mercadoria ou serviço vendido, mais as despesas fixas e variáveis da empresa. Nesse ponto você não terá nem lucro e nem prejuízo.


Para entender um pouquinho melhor o cálculo do ponto de equilíbrio, precisamos voltar ao outro conceito que falamos na semana passada no blog, sobre Margem de Contribuição. Margem de Contribuição é quantia em dinheiro que sobra da receita bruta da empresa após retirar o valor do custo e despesas variáveis dos produtos ou serviços vendidos. Essa sobra serviria para pagar então os custos e despesas fixas e ainda gerar lucro. O ponto de equilíbrio ou Break-even-point é exatamente esse ponto onde a Margem de Contribuição consegue pagar os custos e despesas fixas, antes de gerar o lucro ou prejuízo.


Vamos fazer um exemplo para dar uma clareada!


Uma loja de roupa pode apresentar a seguinte situação:

Receita Bruta = R$ 1.000,00 (100%)

(-) Custo da Mercadoria Vendida = R$ 600,00 (60%)

(-) Despesas Variáveis = R$ 100,00 (10%)

(=) Margem de Contribuição = R$ 300,00 (30%) à (1000 – 600 – 100 = 300)


A margem de contribuição dessa loja é de 30%, então suas despesas e custos fixos devem “caber” dentro desses 30%.


Despesas e Custos fixos são todos aqueles gastos que existem independente da empresa estar funcionando ou não. Mesmo que sua produção e vendas seja igual a zero, será necessário arcar com esses valores. A única diferença é que o custo está ligado diretamente com a produção dos seus produtos e despesas são aqueles gastos relativos a administração da empresa.


Agora voltando ao exemplo.


Digamos que essa empresa possua um total de R$ 600,00 de despesas e custos fixos no período e sabendo que minha margem de contribuição é de 30%, podemos calcular o ponto de equilíbrio da seguinte maneira:

P.E = (Custos fixos + Despesas Fixas) / Margem de Contribuição

P.E = 600/0,3

P.E = 2.000



Ou seja, essa empresa precisa faturar R$ 2.000,00 para ficar o zero a zero, sem dar lucro ou prejuízo. Esse é um cálculo simples, mas que pode te ajudar a definir metas e também entender a viabilidade do seu negócio.

0 visualização
© 2018 por Herbig®